Ecoa - Rios Vivos

Você está em:
14/11/2005

Greenpeace lança campanha virtual inédita sobre mudanças climáticas

Fonte: Greenpeace

As mudanças climáticas não estão presentes apenas nos filmes de ficção. Já fazem parte da nossa realidade. Seca na Amazônia, furacões Catarina, em Santa Catarina, e Katrina, nos Estados Unidos, enchentes na Europa: não há como negar que o clima está mudando. E para pior. Com o objetivo de mostrar causas e conseqüências das mudanças climáticas e envolver o maior número possível de pessoas na busca de soluções e na cobrança de ações por parte dos governos e corporações, o Greenpeace lançou, no dia 10 de novembro, uma campanha virtual inédita.

No site www.greenpeace.org.br/ mudeoclima, o internauta pode participar de um concurso cultural para criar uma frase ou mandar uma foto de protesto contra o problema das mudanças climáticas. Uma votação será aberta no site e os criadores das melhores mensagem e imagem, eleitas pelos internautas, ganham uma viagem à Amazônia para conhecer o barco do Greenpeace e o trabalho que a organização realiza na região.

Além do concurso, o site traz, de forma bastante interativa, textos, fotos, vídeos e animações sobre a situação do clima em todo o mundo. "A internet é, hoje, a ferramenta mais democrática para engajar pessoas não só na discussão de um tema que interessa a todo o planeta, mas também na promoção de soluções", afirma Carlos Rittl, coordenador da Campanha de Clima do Greenpeace. Toda a identidade visual da campanha foi desenvolvida pela agência AlmapBBDO.

Segundo Rittl, a idéia da campanha é trazer a questão das mudanças climáticas e de seus efeitos para o dia-a-dia das pessoas, já que o problema está mais perto do que imaginamos. "Se observarmos o recente fenômeno da seca na Amazônia ou do furacão Catarina de 2004, nos damos conta de que o Brasil também é um país bastante vulnerável às mudanças climáticas, que podem se agravar nos próximos anos, se ninguém fizer nada", alerta Rittl.

O importante é saber que todos nós, no Brasil e no mundo, podemos fazer algo para impedir que o aquecimento global traga conseqüências catastróficas para a vida no planeta. Por exemplo, defender a Amazônia é ajudar também a combater as mudanças climáticas. O desmatamento das florestas brasileiras é responsável por cerca de 75% das emissões de gases de efeito estufa no País. O Brasil está, hoje, na lista dos cinco maiores emissores desses gases no mundo.

Para muitos cientistas, o aumento da emissão dos gases de efeito estufa é a principal causa do aquecimento global que, por sua vez, pode ter como conseqüências o aumento do nível dos oceanos, o derretimento de geleiras, o aumento da freqüência e da intensidade de fenômenos naturais, como furacões, tornados, tempestades tropicais, secas e ondas de calor.


Atualmente, vivemos em um momento em que o mundo tem que tomar decisões sobre o futuro do planeta. O Greenpeace acredita que todos podem ajudar e que, juntos, podemos fazer muita coisa. Para participar da campanha basta acessar: www.greenpeace.org.br/ mudeoclima.





Estas instituições apóiam projetos da ECOA e Coalizão Rios Vivos e não necessariamente as informações veiculadas no portal.
InnBativel Mott Foundation
2004 © ECOA. Todos os direitos reservados
ECOA- ECOLOGIA E AÇÃO (67) 3324-3230